quarta-feira, 26 de abril de 2017


A segunda fase do Concurso Nacional de Leitura realiza-se dia 5 de maio, em Vila Verde.
Para representar o nosso agrupamento foram selecionados os alunos Margarida Costa, Margarida Maciel e Jaime Sá. 

Obras selecionadas para o 3.º ciclo:





quinta-feira, 20 de abril de 2017

Poemas vencedores no concurso "Pequenos Grandes Poetas"

No Concurso Concelhio Pequenos Pequenos Grandes Poetas, nas três categorias  em que participaram com poemas inéditos, os alunos do Agrupamento de Escolas de Fragoso foram os vencedores!
Também estão de parabéns os nossos declamadores, que honrosamente representaram o nosso agrupamento:
Escalão B | 1.º Ciclo | Beatriz Soanne e Luís Venda; ; Escalão C | 2.º Ciclo | Bruna Queirós e Francisco Amorim; Escalão D | 3.º Ciclo | Paulo Araújo 

Muitos parabéns e muito obrigada pela vossa participação.

Crianças
A criança feliz
tem tudo o que quer.
Até no seu jardim
tem um malmequer!

A criança triste
anda mal vestida,
porque ela anda
pelas  ruas perdida.

A criança feliz
tem teto e chão
para se abrigar
de um trovão.

A criança triste
não tem nada para comer,
nem teto nem chão
ela vai ter!

A criança feliz
tem coisas para comer.
 Por que é que a criança
triste não pode ter?...

Escalão A | 1º Ciclo | Carolina Benido Gonçalves

As palavras
Há tantas palavras…
Nem as posso contar…
Existem tantas,
Nem dá para imaginar!

Umas são meigas,
fofas e amigas;
outras são más
e fazem feridas!

Há palavras apaixonadas
que nos deixam a pensar…
se um dia iremos
aprender a amar.

No sótão, encontrei
palavras esquecidas.
E no fundo descobri
que são bastante divertidas!

As palavras são às cores
como o mundo que nos rodeia.
Vamos descobrir palavras novas,
vai ser uma brincadeira!

Escalão B | 2º Ciclo |Margarida Júnior de Sousa

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Sarau de Poesia “Versos à solta”


No dia 29 de março, na biblioteca da Escola Básica de Fragoso, realizou-se o Sarau de poesia “Versos à solta”, atividade integrada na Semana Concelhia da Leitura, que decorreu entre os dias 27 e 31 de março, sob o tema “Prazer de Ler”.
O evento, realizado no âmbito do Plano Nacional de Leitura, teve como objetivo motivar para a leitura, sensibilizar para a poesia e proporcionar um momento de abertura e partilha com toda a comunidade, revelando-se mais um êxito, pois verificou-se uma forte adesão por parte de alunos, docentes, não docentes e pais.
Dando continuidade à iniciativa do ano anterior, este sarau juntou alunos do 1.º ao 9.º ano de escolaridade e professores, uns com poemas inéditos, outros com textos de autores conhecidos, todos eles revelando grande originalidade e brilhantismo na sua declamação, sendo o espaço da Biblioteca exíguo para acolher todos os que quiseram celebrar a poesia e a leitura.
Este momento cultural, só possível graças ao empenho de alunos, alguns professores e à equipa da Biblioteca, revelou o entusiasmo dos nossos declamadores, o seu empenho e capacidade declamatória, enchendo aquele espaço de beleza e alegria, um “serão” bem passado e de qualidade.


Parabéns a todos os participantes, que emprestaram a sua voz à poesia, levando “versos à solta” a uma comunidade viva e recetiva às atividades que lhe são proporcionadas, que, desta forma, ficou mais enriquecida.

José Reis





segunda-feira, 3 de abril de 2017

ESCRITORA ISAURA FÉLIX À “CONVERSA” COM ALUNOS DA EBI DE FRAGOSO

No âmbito da comemoração da Semana da Leitura, no dia 30 de março, a EBI de Fragoso recebeu a escritora Isaura Félix de Queirós, natural de Fragoso, para uma “conversa” com os alunos sobre os seus livros (para além do seu mais recente livro Os meus amores,  escreveu também As dificuldades não matam o sonho). 
Depois de uma breve introdução, a cargo da professora bibliotecária, a escritora falou da sua vida, dos momentos mais marcantes, de como surgiu a escrita. Com a sua facilidade comunicativa e boa disposição, teve a capacidade de cativar a atenção dos alunos, falando das “coisas sérias da sua vida” num tom sempre acessível e como que a “brincar”, parecendo que encontrou no riso a receita para a sublimação das mágoas e sentimentos mais profundos, vertidos nos seus poemas e na sua biografia.
Seguiu-se um momento de perguntas colocadas pelos alunos, a quem respondeu no mesmo tom descontraído e alegre, havendo ainda a declamação de alguns poemas da autora  por alguns discentes, o que constituiu um momento de surpresa à autora, que a todos agradeceu, especialmente o terem lido os seus poemas, de terem preparado a leitura e a coragem de os declamarem publicamente.
Durante a sua “conversa”, a escritora dirigiu-se aos jovens estudantes num tom muito direto, aconselhando-os a aproveitarem o tempo que andam na escola: “Quem me dera que a minha infância fosse no vosso tempo! Agora tendes tudo facilitado, podeis vir à escola e muitos não aproveitam! Aprendam! Enquanto andam na escola, aproveitem para aprender”.
Não há dúvida de que foi “uma conversa” muito proveitosa. Obrigado, D. Isaura, pelo seu testemunho, pelos seus escritos e pela partilha destes momentos, que a todos nos enriqueceram.

José Reis


Aqui apresentamos o registo para recordar...